Objectivos

PT | EN | ES | FR

Os objectivos principais do projeto 4KET4Reuse são a validação de quatro tecnologias facilitadoras (Key Enabling Technologies, KETs) para a eliminação de contaminantes emergentes (CEs) em efluentes de estações de tratamento e a sua promoção no mercado do espaço SUDOE, rompendo as barreiras entre a investigação académica e o setor da água, e promovendo a criação de emprego. As três regiões participantes e as tecnologias que aportam são:

    • Andaluzia (ES61), com sistemas de filtração de argilas modificadas (nanomateriais) e sistemas bioeletrogénicos.
    • Languedoc-Roussillon (FR81),com um sistema baseado na fotocatálise.
    • Lisboa (PT17), com um sistema baseado no processo eletrocinético.

Em seguida, apresenta-se uma análise SWOT no âmbito do projeto 4KET4Reuse.

Fraquezas

      • Os custos de implantação e de operação associados às KETs desenhadas para a eliminação de CEs são elevados, se bem que se encontram no intervalo de outros sistemas avançados de regeneração de águas residuais.
      • As KETs objeto de estudo foram testadas em escalas distintas &#?; TRL (laboratório e/ou piloto) em centros de investigação diferentes e sobre uma metodologia diferente. Até ao momento, nenhuma dela foi testada a escala industrial e/ou sob condições reais de operação.

Forças

      • Capitalização de ações previas de I+D+i: as KETs propostas foram desenvolvidas no âmbito de vários projetos de investigação com financiamento europeu e/ou nacional/regional: *

* Zonas húmidas bioeletrogénicas: projetos INNPACTO do Plano Nacional de I+D+i de Espanha (AQUAELECTRA, SMARTWETLAND) e H2020 (iMETland). O seu desenvolvimento propiciou a criação de uma spin-off (METFILTER, beneficiário participante) e uma patente europeia (Wastewater treatment method. Nº Publicação Internacional: WO 2014/140387 A1).

* Filtração mediante argilas modificadas (nanomateriais): Plano Nacional de I+D+i de Espanha (referência: CTM2013-42306-R). Patente espanhola WO2014ES7056320140709.

* Fotocatálise: O desenvolvimento da tecnologia UV-C/persulfato propiciou uma patente internacional (Reator usable for decontamination of fluids and method of use. Ref. US 2014/0346124 A1- EP N° 12794391.8).

* Processo eletrocinético: projeto financiado pela Agência Pública Nacional para a Ciência, Tecnologia e Inovação (PTDC/ECM/111860/2009) e H2020 (FP7-PEOPLE-2010-IRSES-269289-ELECTROACROSS).

      • As KETs promovidas apresentam um elevado potencial de internacionalização no resto do espaço SUDOE e para além das suas fronteiras
      • Os clusters regionais compreendem a estrutura de hélice tripla, fomentando a comunicação e transferência de resultados entre os geradores de conhecimento, o setor privado e a administração.
      • Alta coesão do consorcio: alguns sócios participantes colaboraram e/ou colaboram atualmente em ações conjuntas de I+D+i. No caso do CSIC-IRNAS e CENTA, na região Andaluz, ou CSIC-IRNAS e IRD, num projeto a nível europeu (ENPI-Med).

Ameaças

    • A regulamentação Europeia em matéria de tratamento de águas residuais e reutilização de águas recuperadas é difusa quanto à eliminação de CEs, se bem que a Diretiva Quadro da Água (DMA, EC/2000/60) estabelece a necessidade de controlar este tipo de substâncias e a Diretiva EC/2008/105 enumera um total de 33 substâncias a controlar em cursos de água.
    • Porém, na maior parte das normas ou guias práticos sobre reutilização de águas no espaço SUDOE não se especifica os CEs que devem eliminar-se nem as concentrações máximas de emissão. Isto implica que a procura de sistemas altamente eficientes na eliminação deste tipo de contaminantes seja baixa na atualidade.
    • Um dos obstáculos para conseguir a aceitação pública dos projetos de água recuperada é a perceção sobre os riscos que esta acarreta para a saúde das pessoas

Oportunidades

    • A grave crise económica sofrida com dureza em algumas regiões participantes (por exemplo, Andaluzia, com uma taxa de desemprego de 36%) propiciou um aumento na competitividade das empresas, principalmente as PMEs, que encontram na I+D+i um elemento de diferenciação em relação aos seus concorrentes. Este investimento privado em I+D+i foi fomentada pelos governos nacionais e regionais mediante o lançamento de programas específicos como a &#?;Línea ICO Innovación Fondo Tecnológico 2013-2015 (Espanha) ou Programa de Incentivos Portugal 2020 e Vale Empreendorismo Qualificado e Criativo (Portugal).
    • As regiões participantes incluem no seu RIS3 aspetos relacionados com a gestão da água, dando especial enfase ao tratamento e reutilização das águas residuais.
    • A escassez de recursos hídricos nas regiões participantes ativa a procura de novas fontes de recursos. Estas iniciativas contam com o apoio dos governos nacionais e regionais.